Apresentações no Senado agora em video.

Já estão disponíveis no canal da Rede Nacional Primeira Infância no youtube as apresentações da audiência pública realizada na Comissão de Educação Cultura e Esporte do Senado Federal em 12 de maio de 2010. O objetivo da audiência era instruir o Projeto de Lei da Câmara 280 De 2009, que altera a Lei 9.394/1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dispõe sobre a Formação de Docentes para atuar na Educação Básica.

Entretanto, a discussão acabou se dando em torno do Projeto de Lei 414/08, aprovado pelo Senado Federal e que tramita na Câmara dos Deputados. O referido projeto obriga crianças de cinco anos de idade a ingressarem no Ensino Fundamental. Após esta audiência, foi realizada uma audiência na Câmara dos Deputados, em 20/05, momento no qual o Relator do projeto na Câmara 6755/10, decidiu reformular o projeto inicial retirando o dispositivo que atentava contra a infância inserindo crianças de cinco anos no ensino fundamental.

Os conteúdos estão organizados em uma lista de reprodução com a mesma ordem das apresentações na audiência pública. Ainda assim é possível assistir cada um dos videos separadamente. Agradecemos a Comissão de Educação do Senado Federal por ter disponibilizado o material em DVD para que fosse possível carregar os videos para o youtube. Assistam, comentem e divulguem.

2 comentários para “Apresentações no Senado agora em video.

  1. Sou professora de educação infantil,e também sou contra o ingresso de crianças com cinco anos no ensino fundamental acredito ser uma violência com as mesmas. Uma vez que nem com seis anos de idade, as escolas estão adequadas para atender nem o professor tem o perfil para trabalhar com essa faixa etária.

  2. Faço pesquisa acadêmica sobre crianças de 0-6 anos há mais de 30 anos, e concordo inteiramente com a Prof.Maria de Jesus: se o ingresso aos seis anos no ensino fundamental já foi uma violência contra a criança, tanto do ponto de vista de seu desenvolvimento quanto do despreparo da escola para recebê-la, que dirá aos cinco anos! Felizmente temos pessoas como a Prof. Fúlvia Rosemberg e tantas outras, sempre ativas na defesa da infância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *