Boletim Primeira Infância em Primeiro Lugar

31 de Julho a 06 de Agosto de 2010

Nacional

Teste da orelhinha passa a ser obrigatório na rede pública

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou esta semana a lei que torna obrigatória a realização gratuita do teste da orelhinha em todos os hospitais e maternidades públicos do País. O exame, chamado tecnicamente de Triagem Auditiva Neonatal, identifica precocemente a existência de alguma deficiência auditiva nos bebês, diminuindo o risco de desenvolverem problemas graves. De acordo com o Ministério da Saúde, o teste da orelhinha já é realizado gratuitamente em algumas regiões pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Com a nova lei, a intenção é estabelecer metas e ações junto aos estados e municípios para que o teste seja oferecido em todas as unidades do País. O prazo para que hospitais e maternidades se adequem às novas regras ainda não foi determinado. (A notícia foi publicada nos principais jornais do País – 04/08/2010)

Começa a Semana Nacional de Amamentação

A amamentação exclusiva até os seis meses de idade e complementar até os dois anos poderia salvar a vida de 1,5 milhão de crianças anualmente em todo o mundo. É o que afirma a Organização Mundial da Saúde (OMS). E segundo a organização, apenas 35% dos bebês se alimentam exclusivamente de leite. O dado foi divulgado no último dia 2, no Recife (PE), durante o primeiro dia da Semana Mundial da Amamentação. Durante o evento, o governo federal e a Sociedade Brasileira de Pediatria lançaram oficialmente a campanha nacional que será divulgada até o próximo ano. Nas peças publicitárias da campanha, estará estampada a frase “Amamente. Dê ao seu filho o que há de melhor”. (A notícia foi publicada nos principais jornais do País – 03/08/2010)

Senado aprova ampliação de licença-maternidade para seis meses

O Senado Federal aprovou no último dia 3, por unanimidade, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 64/07, que torna obrigatória a ampliação da licença-maternidade de quatro para seis meses. Para ser sancionada, a matéria ainda precisa ser apreciada pela Câmara dos Deputados, onde deverá ser votada em breve, já que a PEC 30/07, de mesmo teor, consta na pauta do plenário e pode ser apensada. Atualmente, a licença de 180 dias é facultativa para as empresas públicas e privadas, que podem deduzir do Imposto de Renda os dois meses extras de salário-maternidade pagos pelos empregadores. A senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN), autora da PEC, afirmou que a aprovação não traz prejuízo às trabalhadoras, que temem correr o risco de demissão após maior período de ausência no trabalho. Ela acrescenta que as experiências recentes mostram que a mãe que passa mais tempo com o filho recém-nascido retorna mais produtiva ao trabalho e que, o ciclo de seis meses de amamentação, garante mais saúde ao bebê e, consequentemente, reduz as faltas das mães. (A notícia foi publicada nos principais jornais do País – 04/08)

Distrito Federal

Descoberta bactéria que pode ser a causa das cólicas nos bebês

Pesquisadores da University of Texas-Huston Medical School (EUA) identificaram um microorganismo que provavelmente é o causador das temidas cólicas que afligem cerca de 80% dos recém-nascidos, nos três primeiros meses de vida. A bactéria, conhecida como Klebsiella, pode provocar uma reação inflamatória que compromete o intestino dos bebês. A Klebsiella também está presente no organismo de pessoas adultas, que possuem mais 300 tipos de bactérias. Mas, nos bebês, sua presença é danosa pois os pequenos possuem uma menor diversidade de bactérias. O estudo ainda fará um maior detalhamento do microorganismo em busca de suplementos que consigam controlar as cólicas. (Correio Braziliense (DF), Maroa Neri – 02/08/2010)

Mato Grosso

Mato Grosso se prepara para a 2ª etapa de vacinação contra a poliomelite

Começa na próxima segunda-feira (9) a segunda etapa da vacinação contra a poliomielite no estado do Mato Grosso. Com o slogan Não vai esquecer a segunda dose, hein?, o estado pretende cumprir a meta de vacinação, que é imunizar 262.931 crianças menores de cinco anos. Durante a primeira etapa, foram vacinadas 231.142 mil crianças, o que representa 87,91% de cobertura vacinal no estado. O Ministério da Saúde disponibilizou 350 mil doses da vacina, que serão aplicadas nos 1,6 mil postos de saúde de Mato Grosso. A segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a pólio termina no dia 15 de setembro. O Brasil é considerado um dos países livres da doença. (Diário de Cuiabá (MT) – 04/08/2010)

Mato Grosso do Sul

Quase 3 mil crianças aguardam vagas nos Ceims, em Dourados

Conforme dados da Secretaria de Educação de Dourados – MS, 2.769 crianças aguardam por uma vaga nos Centros de Educação Infantil (Ceims). A situação contraria a Lei de Diretrizes Básicas, na qual o governo tem que garantir a educação infantil em idade pré-escolar. Sendo assim, o Ministério Público Estadual abriu uma ação civil pública conta o município com o objetivo de que a Prefeitura esvazie essa lista e efetive as matrículas. Segundo a diretora do Departamento de Ensino do Município, Marinete Neiva Nunes, a lista caiu pela metade de 2009 para 2010. Antes, mais de 4 mil crianças esperavam por vaga. “Este mês está prevista a entrega de uma unidade e também haverá ampliação de outras quatro”, afirma a diretora. A Prefeitura de Dourados garante que no ano que vem será feito um levantamento para saber quais bairros e regiões da cidade precisam dos Ceims.
Sem professores – A Prefeitura retirou a presença dos professores na Educação Infantil e substituiu pelo assistente pedagógico. O Conselho Municipal de Educação diz que continua a exigir, por lei, a presença do professor. Foi concedido o prazo de um ano para que a Prefeitura regularize a situação. O secretário de Educação, Edmilson Morais, afirma que a mudança foi causada por problemas financeiros na administração, mas que estão sendo estudadas alternativas. (O Progresso – Valéria Araújo e Ana Paula Amaral, Págs. D1-1 e 3; 04/08/2010)

Hospital Evangélico inicia atividades para Semana de Amamentação

Com o tema “Os 10 passos do aleitamento materno”, o Hospital Evangélico de Dourados iniciou, segunda-feira (2), as atividades da Semana Mundial da Amamentação. Os eventos incluem apoio e promoção da campanha e acontecem sempre na Unidade da Mulher. O objetivo é incentivar o aleitamento materno de forma exclusiva até o sexto mês e de forma complementar até os dois anos. É importante lembrar que o leite materno é estéril e contém fatores anti-infecciosos que protegem o bebê contra doenças como otite, alergia, vômito, diarréia, pneumonia, bronquiolite e meningite. A programação segue com diversas atividades até sexta-feira (6) e o banco de leite do Hospital Evangélico frisa a importância das doações. O Dia Mundial da Amamentação é comemorado sempre no dia 1º de agosto. (O Progresso – Deuzim Machado, Pág. D1-3; 03/08/2010)

Vacinação contra poliomielite terá 15 postos em Corumbá

No dia 14 de agosto, na cidade de Corumbá, será realizada a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Paralisia Infantil. Pelo menos, 15 postos de imunização estarão disponíveis para a população. Nesta campanha a meta é imunizar 9.714 crianças com menos de cinco anos, ou seja, 95% da população infantil da cidade. A vacinação será feita das 8 às 17 horas, com a participação de 250 pessoas, entre enfermeiros, técnicos, agentes de saúde e outros profissionais da área para atender a comunidade. Além disso, um posto ambulante vai atender hospitais, clínicas e outros locais. É importante lembrar que o pai ou responsável deverá levar o cartão de vacinação da criança. (O Estado de MS – Mariane Conte, Pág. B5; 31/07/2010)

Minas Gerais

Convivência com cães é benéfica à saúde dos bebês

Um levantamento realizado pelo Departamento de Psicologia Experimental da Universidade de São Paulo (USP) reuniu uma série de estudos que comprovam que a convivência com cães é benéfica para saúde dos bebês. Segundo a pesquisadora Carine Savalli Redígolo, crianças que têm cachorro estão menos suscetíveis às alergias e dermatites tópicas. Ela afirma que certas proteínas que desempenham um importante papel na regulação do sistema imunológico e das alergias aumentam significativamente em bebês de 1 ano de idade quando expostos precocemente a um cão. Também foi observada, com a convivência, a redução de rinites alérgicas aos quatro anos de idade e aos seis e sete anos devido à redução da imunoglobina. (Correio de Uberlândia OnLine (MG) – 01/008/2010)

Paraíba

Exame de vista deve ser realizado aos três anos

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO) estima que, em todo o País, entre 5% a 10% das crianças na faixa etária pré-escolar e de 20% a 30% das crianças inseridas nas séries do ensino fundamental apresentem algum tipo de deficiência visual. Apesar disto, de acordo com o representante da SBO na Paraíba, o oftalmologista George Luiz Soares, os pais não costumam levar seus filhos aos consultórios com a antecedência necessária, o que resulta em prejuízos para a saúde ocular das crianças. De acordo com ele, o ideal seria que a primeira consulta de vista ocorresse por volta dos três anos, idade em que o diagnóstico e o tratamento precoces podem evitar maiores complicações. (Jornal da Paraíba (PB) – 05/08/2010)

Pernambuco

Morte neonatal na mira do governo

Estima-se que 13% da mortalidade infantil no Brasil e no mundo poderia ser evitada, se as crianças tivessem sido alimentadas exclusivamente de leite materno nos primeiros 6 meses e o utilizado de forma complementar até 1 ano de vida. Só no Brasil, entre 2000 e 2007, 443 mil bebês morreram com idade inferior a 1 ano. De acordo com a coordenadora da Saúde da Criança do Ministério da Saúde, Elsa Giugliani, o governo federal busca conter principalmente a queda da taxa de mortalidade neonatal de bebês com até 28 dias de vida, que representam 70% dos óbitos de crianças com menos de 1 ano no País. Um levantamento do MS já mostra avanços: a taxa de mortes de crianças caiu 59% entre 1990 e 2008. A pediatra afirma ainda que o Brasil deve conseguir reduzir cerca de 5% da taxa de mortalidade de bebês em 2010, assim como prevê a meta traçada pelo Pacto da Mortalidade Infantil Nordeste e Amazônia Legal, lançado em 2009. (Diário de Pernambuco (PE) – 03/08/2010)

Rio Grande do Sul

Dez passos para beneficiar as crianças

O 2º Seminário Estadual da Semana Mundial de Amamentação, realizado esta semana em Porto Alegre, estipulou os Dez Passos para um Mundo Amigo da Criança. Todas as dez especificações levam à valorização e à conscientização da importância da amamentação, tanto para a saúde dos bebês quanto para a saúde das mães. Entre os passos está a criação de uma política de aleitamento materno que seja transmitida a toda equipe de cuidados de saúde. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o tempo mínimo de seis meses para a amamentação dos bebês. Mas dados de pesquisa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e do Programa Nacional de Avaliação de Domicílios (Pnad), realizada com 3 milhões de mães, mostraram que no Brasil só 10% delas amamentam até o final do sexto mês. (Correio do Povo (RS) – 05/08/2010)

Santa Catarina

Brasil se prepara para a segunda dose da vacina contra a pólio

Dia 14 é o “Dia D” da segunda dose de vacinação contra a poliomielite, mais conhecida como paralisia infantil. O Ministério da Saúde espera imunizar mais de 14,6 milhões de crianças com menos de cinco anos em todo o Brasil, o que representa 95% da população nessa faixa etária. A primeira etapa da campanha de vacinação contra a pólio foi realizada no dia 12 de junho. Só no estado de Santa Catarina já foram imunizados 425.501 pequeninos, número que corresponde a 98,95% da meta estipulada e superou a cobertura nacional, que ficou em 90,88%. O investimento nas duas fases da campanha em todo o País soma R$ 40,9 milhões. Desse total, R$ 20,8 milhões foram utilizados pelo Ministério da Saúde para a compra de vacinas e R$ 20,1 milhões foram repassados para as secretarias de saúde. (Diário Catarinense (SC) – 05/08/2010)

São Paulo

Nova York veta mamadeiras com bisfenol A

O estado americano de Nova York proibiu a venda de mamadeiras e outros produtos infantis que contenham bisfenol A (BPA), suspeito de causar câncer, diabetes, obesidade e infertilidade. O BPA já havia sido proibido em outros seis estados americanos e, no Brasil, é alvo de inquérito do Ministério Público Federal. O BPA simula no organismo a ação do hormônio feminino estrogênio e pode causar desequilíbrio no sistema endócrino. Como estão em rápido desenvolvimento e têm pouca massa corpórea, os bebês são mais vulneráveis. Além disso, muitos pais costumam esquentar o leite dentro da mamadeira, o que favorece a liberação do químico. No Brasil, o procurador federal Jefferson Dias abriu Inquérito Civil Público para exigir da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) esclarecimentos sobre a quantidade da substância presente em produtos de plástico. Há ainda dois projetos de lei que propõem o banimento do BPA no País. (O Estado de S. Paulo (SP), Karina Toledo – 03/08/2010)

Sergipe

Semana do Aleitamento Materno é comemorada em Aracaju

Com o intuito de comemorar a Semana Mundial do Aleitamento Materno, a Prefeitura Municipal de Aracaju, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizará uma programação especial que terá como objetivo conscientizar a sociedade acerca dos inúmeros benefícios da amamentação para a saúde do bebê. As atividades estão sendo desenvolvidas pela Rede de Atenção Básica (REAB), pelo Programa Saúde da Criança e pela Rede Amamenta Brasil e são direcionadas ao grupo ‘Amigas do Peito’, gestantes, mães que amamentam e a comunidade em geral.
NúmerosDe acordo com dados do Sistema de Informação de Atenção Básica do Ministério da Saúde (SIAB/MS), 44,6% das mulheres aracajuanas amamentam os filhos com idade entre zero e seis meses. Diante dos números apresentados, a Secretaria de Saúde pretende intensificar os trabalhos nas unidades de saúde de modo a ampliar o número de crianças amamentadas na capital. (Jornal Correio de Sergipe, p. Geral A5 – 03/08)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.