Plano Nacional Primeira Infância

Em 07/12/2010 foi lançado em Brasília o Plano Nacional Pela Primeira Infância, a proposta é uma sugestão que propõe ações amplas e articuladas de promoção e realização dos direitos da criança Infância, que propõe ações amplas e articuladas de promoção e realização dos direitos da criança de até seis anos de idade nos próximos doze anos. Neste Plano estão traçadas as diretrizes gerais e os objetivos e metas que o País deverá realizar em cada um dos direitos da criança afirmados pela Constituição Federal e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, pelas leis que se aplicam aos diferentes setores, como educação, saúde, assistência, cultura, convivência familiar e comunitária e outros que lhe dizem respeito.

Apresentações do Seminário Nacional Currículo e Avaliação da Educação Infantil – Políticas para a Primeira Infância

Para fazer download das apresentações de cada conferencista, clique sobre o nome abaixo.

É proibida a reprodução sem autorização do autor. Lei 9.610/98
Mesa 1: O lugar da Educação Infantil nas políticas para a primeira infância
Rita Coelho (COEDI/MEC)
Estevon Nagumo (INEP/MEC)
Adenilde Stein (Undime)
Maria Thereza Marcílio (Avante/RNPI)


Mesa 2: Base Nacional Comum Curricular e Avaliação Nacional da Educação Infantil: desafios para a formação docente
Mônica Correia Baptista (UFMG)
Zilma de Oliveira (USP)
Ordália Alves Almeida (UFMS/RNPI)

 

Mesa 3: Base Nacional Comum Curricular e Avaliação Nacional da Educação Infantil: o contexto das políticas
Sandra Zákia (USP)
Ana Dayse Rezende Dorea (Secretaria Municipal de Educação de Maceió)

 

 

Políticas de Segurança e Direitos Humanos: Enfocando a primeira infância, infância e adolescência

Clique aqui para fazer download.

Este trabalho é fruto de um pensar coletivo e conectado entre diversos atores sociais e foi desenvolvido a partir da trajetória de realização de dois Colóquios latino-americanos intitulados Políticas de Segurança e Direitos Humanos: Enfocando a Primeira Infância, Infância e Adolescência. O primeiro ocorreu em São Paulo em setembro de 2011. E o segundo teve lugar no Rio de Janeiro, em março de 2013. O I Colóquio surgiu a partir de um convite da Equidade para a Infância América Latina que foi acolhido e nutrido pelo Instituto Arcor Brasil, a Fundación Arcor (Argentina), o Instituto C&A e a Rede Nacional Primeira Infância; e apoiado pelo CIESPI/PUC-Rio e a ANDI Comunicação e Direitos. Seus resultados animadores prepararam o terreno para realização do II Colóquio, dando seguimento aos debates do primeiro ano. Este segundo evento foi organizado pela Equidade para a Infância, CIESPI/PUC-Rio, PUC-Rio, Rede Nacional Primeira Infância, Instituto Arcor Brasil e Fundación Arcor, tendo o apoio do Instituto C&A, Fundação Bernard van Leer, Avante Educação e Mobilização Social e Andi Comunicação e Direitos.

Educação Infantil em Debate: A Experiência de Portugal e a Realidade Brasileira

A pesquisa analisa a experiência de Portugal, país que se destacou entre os membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) pelos esforços de ampliação do acesso à creche e pré-escola, fazendo um paralelo com o modelo brasileiro. A pesquisa utilizou a metodologia exploratória, descritiva com a compilação de dados quantitativos e qualitativos obtidos por meio de análise de dados secundários (documentos) e de dados primários, ou seja, além de observações de campo, foram realizadas entrevistas com profissionais de diferentes instituições, desde creches e pré-escolas de variadas regiões a órgãos do governo, universidades e organizações da sociedade civil.