Plano Nacional pela Primeira Infância

O Plano Nacional pela Primeira Infância (PNPI) é um documento político e técnico que orienta decisões, investimentos e ações de proteção e de promoção dos direitos das crianças na primeira infância. O foco nos primeiros seis anos é coerente com o relevante significado desse período no conjunto da vida humana e é a forma de assegurar os direitos da criança com a necessária especificidade e com a prioridade que lhe atribui a Constituição Federal (art. 227).

Receite uma brincadeira

O GT Brincar, da Rede Nacional Primeira Infância, acaba de lançar a campanha Receite uma Brincadeira. No livreto abaixo você encontra dicas de brincadeiras para fazer com as crianças.

1

2

3

4

5

6

7

8

Você também pode baixar o material completo clicando aqui.

 

 

Instrumentos de Diagnóstico Situacional da Primeira Infância e do Marco Lógico para a Elaboração dos Planos Municipais pela Primeira Infância

Clique aqui para acessar a publicação.

Relatório Técnico do Seminário Nacional Paternidade e Primeira Infância

Clique aqui para fazer download.

O relatório contempla: Introdução, Principais Discussões do Seminário ( Mesa de Abertura, Primeira mesa: Cuidado paterno e seus impactos na primeira infância e na família, Segunda mesa: Estratégias de  Institucionalização do Cuidado Paterno, Terceira mesa: Paternidade e Primeira Infância: Experiências de Mobilização e Comunicação), Sistematização das discussões dos
Grupos de Trabalhos, Carta de Recomendações: Paternidade e Primeira Infância: recomendações para Políticas Públicas, Desdobramentos do Seminário, o texto “A ampliação da licença-paternidade no Brasil é um direito das crianças fundamental para a maior equidade de gênero”, Referências, Leis, Teses e Trabalhos Acadêmicos, Cartilhas e Manuais, Links de Vídeos e Links Recomendados)

Políticas de Segurança e Direitos Humanos: Enfocando a primeira infância, infância e adolescência

Clique aqui para fazer download.

Este trabalho é fruto de um pensar coletivo e conectado entre diversos atores sociais e foi desenvolvido a partir da trajetória de realização de dois Colóquios latino-americanos intitulados Políticas de Segurança e Direitos Humanos: Enfocando a Primeira Infância, Infância e Adolescência. O primeiro ocorreu em São Paulo em setembro de 2011. E o segundo teve lugar no Rio de Janeiro, em março de 2013. O I Colóquio surgiu a partir de um convite da Equidade para a Infância América Latina que foi acolhido e nutrido pelo Instituto Arcor Brasil, a Fundación Arcor (Argentina), o Instituto C&A e a Rede Nacional Primeira Infância; e apoiado pelo CIESPI/PUC-Rio e a ANDI Comunicação e Direitos. Seus resultados animadores prepararam o terreno para realização do II Colóquio, dando seguimento aos debates do primeiro ano. Este segundo evento foi organizado pela Equidade para a Infância, CIESPI/PUC-Rio, PUC-Rio, Rede Nacional Primeira Infância, Instituto Arcor Brasil e Fundación Arcor, tendo o apoio do Instituto C&A, Fundação Bernard van Leer, Avante Educação e Mobilização Social e Andi Comunicação e Direitos.