A CRIANÇA E O ESPAÇO: A CIDADE E O MEIO AMBIENTE

Integração das Crianças com a Natureza - Saiba Mais

O que é?

Como Fazer

Inspire-se

Um documento divulgado pela Children & Nature Network traz uma pesquisa que coloca o Brasil na lista dos três países onde as crianças exploram a natureza com menos frequência. As consequências disso são diversas, e vão desde a saúde e aumento do consumismo infantil, até impactos sobre a educação ambiental. Tão importante em nossos dias, ela acaba tornando-se cada vez mais abstrata: cercadas por paredes de concreto, as crianças aprendem, em lições ensinadas em quadros negros, que é preciso preservar aquilo que elas pouco conhecem.

A educação ambiental precisa sair da teoria e se materializar em elementos que integrem a vida dos pequenos desde suas primeiras experiências sensoriais. Pesquisadores alemães já comprovaram que a convivência das crianças com a natureza é fundamental para que elas aprendam a conservá-la, uma vez que é a partir do contato que desenvolvem o sentimento de pertencimento a determinado ambiente.

Outra experiência que vem da Alemanha é a revitalização ambiental do Parque do Emscher, na região do vale do Ruhr. O projeto combinou uma série de intervenções urbanísticas para transformar uma área historicamente degradada pela exploração industrial do aço e do carvão em uma enorme área verde recuperada. Esta experiência mostra que é possível transformar as cidades em espaços de contato com a natureza abundante, mesmo em locais onde a ocupação do solo está em estágio bastante avançado.

Voltar

 

 

Descrição da imagem: Criança brinca pequena com folhas secas de árvore.

O espaço físico da escola Te-Arte, documentada no filme Sementes do Nosso Quintal, remete aos quintais das casas de interior, cheio de plantas, árvores, terra e animais.

Na Associação Comunitária Monte Azul as crianças ajudam a recolher folhas secas caídas no quintal.

Na Associação Comunitária Monte Azul as crianças ajudam a recolher folhas secas caídas no quintal.

 

2016 Secretaria Executiva da Rede Nacional Primeira Infância - Triênio 2015/2017: CECIP - Centro de Criação de Imagem Popular