A CRIANÇA E O ESPAÇO: A CIDADE E O MEIO AMBIENTE

Inspire-se

Associação União da Juta

A Associação União da Juta surgiu da experiência de autogestão popular e mutirão para a construção de 160 unidades habitacionais no bairro Fazenda da Juta, região de Sapopemba, zona Leste de São Paulo, em parceria com a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano – CDHU. As obras começaram em 1993 e foram concluídas em 1998. As famílias participaram ativamente de toda a construção de suas moradias e apresentaram demandas ao poder público pela melhoria na oferta de serviços e equipamentos comunitários de qualidade no entorno. Hoje, vivem num bairro urbanizado e num conjunto onde, além de suas casas, contam com uma série de equipamentos e projetos para cidadãos de todas as idades, dos bebês aos idosos. Para a primeira infância, a associação mantém uma creche conveniada com a Prefeitura Municipal de Educação que atende a 110 crianças de 1 a 4 anos de idade, em período integral.

Para a construção das moradias, a associação de moradores definiu a demanda habitacional, administrou e gerenciou os recursos públicos e todas as etapas da obra, e escolheu a assessoria técnica para apoiar a construção. Logo no início, a assessoria fez um trabalho de resgate de memória da população atendida, visando a conhecer as origens dos participantes, as expectativas dentro do projeto e o potencial de colaboração de cada um. A proposta de projeto arquitetônico, fruto do diálogo com os moradores que apresentaram suas demandas, continha três tipos de habitação para serem escolhidos. A variedade de tamanhos para as unidades habitacionais, além de atender às diferentes formações familiares, favoreceu a criação de espaços de convivência associados à circulação que se situavam num nível intermediário entre os diversos pavimentos das edificações, garantindo mais privacidade para os moradores. Os pátios internos foram projetados para garantir às crianças liberdade para brincar em espaços amplos e arejados.

Pelo regime de mutirão, todos colaboravam para as obras nos finais de semana, dentro de uma escala organizada. Durante a semana, trabalhavam profissionais contratados, inclusive os desempregados entre os moradores. A primeira coisa a ser construída foi o Centro Comunitário, que durante a obra funcionou como sede do canteiro e creche. Isto porque a maioria das pessoas envolvidas no processo de mutirão era mulher chefe de família, que não tinha onde deixar seus filhos e os levava para o canteiro. Elas se revezaram para olhar as crianças e participar das atividades.

Hoje, a creche tem por objetivo satisfazer as necessidades básicas das crianças, oferecendo, por meio do cuidar e do educar, uma boa aprendizagem, bem-estar físico, psicológico e social, complementando os papéis da família e da comunidade na formação infantil. A instituição prevê o processo de desenvolvimento por meio do contato com a natureza, do brincar, da música e da arte.

Fazenda União da Juta está localizada numa região limítrofe da capital paulista com a cidade de Santo André. Quando as obras do conjunto começaram, não havia sinal de urbanização e sim total carência de equipamentos e serviços públicos. Como resultado do constante exercício de incidência dos moradores sobre a Prefeitura e o Governo do Estado, hoje a região conta com infraestrutura, serviços e equipamentos comunitários de segurança, educação, saúde e lazer.

inspireSe_UniaoDaJuta_03

A Associação União da Juta surgiu da experiência de autogestão popular e mutirão para a construção de 160 unidades habitacionais no bairro Fazenda da Juta, região de Sapopemba, zona Leste de São Paulo.

inspireSe_UniaoDaJuta_01

inspireSe_UniaoDaJuta_02

Crianças brincam na Fazenda União da Juta.

2016 Secretaria Executiva da Rede Nacional Primeira Infância - Triênio 2015/2017: CECIP - Centro de Criação de Imagem Popular