Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

Lançamento da campanha “Setembro Amarelo – Vamos dar as Mãos?”

setembro 3, 14:00

Uma campanha de prevenção ao suicídio de crianças e adolescentes será lançada no Distrito Federal com o objetivo de conscientizar, informar, sensibilizar e promover a cultura de escuta/acolhimento diante do sofrimento psíquico de crianças e adolescentes. À frente da iniciativa está a Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (Sejus), através do Programa DF Criança, que tem como parceira, dentre outros, a primeira-dama Mayara Noronha. O lançamento será no dia 3 de setembro, às 14h, no Salão Nobre do Palácio do Buriti.

A campanha “Setembro Amarelo – Vamos dar as Mãos?” contará com várias atividades durante todo o mês. Serão realizadas ações em escolas públicas e particulares, abrigos, unidades de internação socioeducativas e em espaços públicos. Para debater a temática haverá uma audiência pública, dia 9/9, às 14h, na Câmara Legislativa. Já nos dias 10/9, às 10h, e 15/9, às 9h, respectivamente, será inaugurado o Jardim da Vida e a Caminhada pela Vida, ambos no Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek.

Para o Secretário da Sejus, Gustavo Rocha, é importante debater o tema e estar atento ao comportamento das crianças e dos adolescentes. “Estudos sugerem um alto nível de incidência de sintomas depressivos na população escolar, que variam desde 13% em crianças até 20% em adolescentes, números que demonstram que a depressão infanto-juvenil é decisivamente um problema de saúde mental significativo”.

Dados – Além de informativa, a campanha visa sensibilizar a sociedade e incentivar a escuta/empatia e o acolhimento de crianças e adolescentes em sofrimento psíquico. Nas últimas décadas, observa-se um crescimento dos casos de suicídio no Brasil e os números são especialmente preocupantes entre jovens. O suicídio é, hoje, a quarta causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no Brasil.

Para a subsecretária de Políticas Públicas para Crianças e Adolescentes da Sejus, Adriana Faria, “ é importante considerar que os dados de tentativas ou consumação de suicídios tem aumentado na adolescência e em idade cada vez mais precoce, e que ele pode ser evitado na grande maioria dos casos”, disse.

Para Lívia Magalhães, chefe da unidade de Gestão do Programa DF Criança, “a OMS estima que 90% dos suicídios poderiam ser prevenidos, portanto, entender o suicídio como uma questão de saúde e elaborar estratégias para a sua prevenção é fundamental para preservar e melhorar a qualidade de vida de muitas pessoas, sendo necessária a intervenção precoce e adequada à situação envolvendo a criança, o adolescente e seu conjunto de relações”.

DF Criança – O Programa DF Criança, da Sejus, de caráter intersetorial, tem por finalidade ampliar o acesso, integrar e monitorar as políticas públicas voltadas à promoção e proteção dos direitos da criança e do adolescente no DF. Ele tem como foco o enfrentamento a toda forma de violência e abandono e o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, considerando sua família e seu contexto social e de vida. Ele atua em parceria com a Primeira-Dama do DF, as secretarias de Estado de Educação, de Saúde, o Centro de Valorização da Vida (CVV), a Sociedade de Pediatria do Distrito Federal (SPDF), o UNICEF, a Administração do Parque da Cidade Sarah Kubitschek e a Administração do Park Way, dentre outros.

Detalhes

Data:
setembro 3
Hora:
14:00

Local

Salão Nobre do Palácio do Buriti
Praça do Buriti, Zona Cívico-Administrativa
Brasília, DF 70075-900 Brasil
+ Google Map

Organizador

Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (Sejus)