Notícias da Rede

Governo e Unicef  instalam Comitê

O Governo do Estado da Paraíba  em parceira com o Unicef instalou nesta quarta-feira (14), o Comitê Estadual do Pacto Um Mundo Melhor para Criança e Adolescente do semi-árido.
O Pacto Um Mundo Melhor para a Criança e Adolescente do semi-árido constitui-se num processo de mobilização para a efetivação das políticas públicas voltadas para a infância e adolescência através dos esforços dos poderes públicos e das organizações não-governamentais.

IV Jornada sobre Brinquedotecas Hospitalares

A Associação Paulista de Medicina estará realizando nos dias 5 e 6 de agosto a IV jornada sobre Brinquedotecas Hospitalares dias “ Ludicidade e Humanização: como integrar essas práticas”  o evento acontecerá na Associação Paulista de Medicina, para maiores informações acesse: www.apm.org.br

A importância de ler histórias para as crianças

A revista SAÚDE (Editora Abril, de julho, traz o artigo LEIA PARA SEU FILHO que enfatiza a importância de os adultos lerem histórias para as crianças: “essa brincadeira gostosa que estreita os laços familiares, também ajuda no desenvolvimento pedagógico e psicológico da criança e deve ser encarada com seriedade”.

Ao ouvir histórias, as crianças desenvolvem a criatividade e o raciocínio lógico, aumentam seu vocabulário, descobrem e expressam os sentimentos que não conheciam ou ainda não eram capazes de compreender.

Venâncio  Aires lança programa primeira infância melhor

Dia 23 de julho marcou o início do trabalho do programa Primeira Infância Melhor (PIM) em Venâncio Aires. O PIM atua com o objetivo de orientar famílias com gestantes e/ou crianças entre zero e seis anos, que não estejam matriculadas nas escolas de educação infantil, sobre a cultura e importância do desenvolvimento integral dos menores.

Bebê que convive com livros vai melhor na escola

Diversos estudos mostram que, a longo prazo, a prática de ler para bebês pode beneficiar o desempenho escolar. Além de adquirir gosto pela leitura, as crianças que têm contato com livros desde o berço chegam ao ensino fundamental com vocabulário mais rico e maior capacidade de compreensão e de manter a atenção nos estudos. (25/07- O Estado de S.Paulo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.