Projeto Territoriar lança livro e documentário em escolas públicas de São Paulo

Desenvolvido pela Rede Marista de Solidariedade, por meio do Centro Marista de Defesa da Infância, o projeto Territoriar retorna aos territórios para uma nova etapa. A partir do dia 11 de outubro será lançado em 15 escolas públicas o Documentário “Territoriar: Ambientes Educativos Inspiram Novas Aprendizagens”, e os livros “Relatório de Percurso Formativo” e “Registro Fotográfico”, que apresentam os resultados do projeto, além de propostas de sustentabilidade.

Em São Paulo, as Diretorias Regionais de Educação (DRE) de Itaquera e de São Miguel, e na Escola Dama Entre Rios Verdes, Escola Municipal João Augusto Breves, e Escola Municipal 8 de Maio acontece, durante o mês de novembro, o lançamento do documentário para educandos, educadores e comunidade escolar. As duas últimas mencionadas, realizarão o evento nos dias 24 e 25 de novembro, respectivamente.

Todo o material tem o objetivo de contribuir com o processo formativo de educadores e para sensibilizar os comitês multidisciplinares que participaram da primeira fase do projeto, e discute o modelo de escola atual, com destaque para o modelo arquitetônico, as relações com o território e a participação da comunidade na organização escolar.

“Nossa proposta é contribuir com a formação e reflexão sobre as práticas educacionais que entendem a relevância de se considerar e valorizar os ambientes educativos, os territórios, a comunidade, a participação infantil e a arquitetura como imprescindíveis na aprendizagem”, afirma Bárbara Pimpão, coordenadora do projeto.

Projeto Territoriar

Realizado entre os anos de 2015 e 2016 nos estados do Mato Grosso, São Paulo, Paraná e Santa Catarina, o projeto promoveu a qualidade da educação e a permanência escolar de meninos e meninas, por meio da participação da comunidade educativa na ressignificação de ambientes pedagógicos do Primeiro Ciclo do Ensino Fundamental de escolas públicas do país. Durante todo esse percurso foram realizadas 150 formações e envolvidas 1378 pessoas, entre crianças e adultos. Além disso, 180 voluntários somaram-se a estes agentes para ressignificar 80 ambientes pedagógicos das escolas participantes.

Neste retorno, também espera-se compreender de que forma a mudança de olhar das escolas para o território, os ambientes educativos e a participação infantil passou a ser considerado nos projetos políticos pedagógicos, assim como identificar as potencialidades e desafios desse processo. A partir dos relatos e observações, a equipe do Territoriar realizará formações que melhor respondam às diversas realidades de cada território, a fim de fortaleceras as comunidades educativas.

Site do projeto: http://territoriar.org.br

 

 

 

 

Serviço – Projeto Territoriar lança livro e documentário em escolas públicas

Datas: 24/11, das 9h às 11h

ESCOLA MUNICIPAL JOÃO AUGUSTO BREVES – Endereço: R. Cecília Iter, 746 – Vila Progresso, São Paulo – SP

Data: 25/11, das 9h às 11h                                         

ESCOLA MUNICIPAL 8 DE MAIO – Endereço:  R. Cambaxirra, 176 – Cidade Antonio Estevão de Carvalho, São Paulo – SP

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *