Relatório sobre a situação da paternidade no Brasil aponta que homens querem participar mais do cuidado de crianças

Nas últimas décadas, o questionamento das rígidas construções tradicionalmente relacionadas à masculinidade levantaram discussões na sociedade que tiveram uma série de resultados, entre eles, ações voltadas ao envolvimento dos homens na paternidade e atenção às crianças. Para aprofundar este debate, o Promundo lançou o relatório Situação da Paternidade no Brasil 2019: Tempo de Agir que defende que os homens podem e devem se responsabilizar igualitariamente pelo cuidado de crianças – e que é necessário um esforço de diferentes setores para isso. O lançamento do relatório ocorreu durante o evento Um Bate-papo sobre Homens e Igualdade de Gênero, que aconteceu no Rio de Janeiro, dia 22 de agosto, e em São Paulo, no dia 23 de agosto.

O relatório aponta que, embora exista o senso comum de que os homens priorizam o trabalho à família, a realidade é que os pais estão interessados em participar mais do desenvolvimento e cuidado das crianças. Segundo dados apresentados no relatório, mais de 78% dos entrevistados acreditam que os pais deveriam tirar a licença paternidade e 64% informaram que estariam dispostos a fazer um “curso de pai” para aumentar sua licença de cinco para 20 dias, de acordo com o Marco Regulatório da Primeira Infância.

No Rio de Janeiro, o encontro contou com uma discussão sobre paternidade negra, de homens jovens e o papel das corporações e do setor saúde. Em São Paulo, o foco foi as boas práticas de empresas para promoção da paternidade e do cuidado junto aos seus funcionários, bem como os impactos positivos dessas ações para a sociedade. Houve ainda uma palestra de Gary Barker, presidente e CEO do Promundo, sobre paternidade e cuidado e a pesquisa do Promundo Os custos da ManBox.

Em São Paulo, o Google Brasil foi parceiro do Promundo no lançamento do relatório. No Rio, o lançamento contou com uma parceria da organização junto à BR Distribuidora e a Secretaria de Estado de Saúde do RJ. A ONU Mulheres foi parceira nas duas cidades. Os eventos visaram discutir o envolvimento de homens como aliados na promoção da igualdade de gênero e, aproveitando agosto como período de visibilidade para a questão, a discussão abordou o envolvimento de homens na paternidade e no cuidado de crianças.

Sobre o Relatório

O relatório Situação da Paternidade no Brasil 2019: Tempo de Agir incorpora os resultados do Brasil da pesquisa pioneira, “Helping Dads Care” (“Ajudando os Pais a Cuidarem”, em Português), produzida em conjunto com Dove Men+Care, com o objetivo de compreender as razões pelas quais alguns pais optam por não tirar a licença paternidade e porque tantos não conseguem se envolver na criação de seus filhos e filhas como gostariam.

Acesse e baixe aqui.

O Promundo

Promundo é uma organização não governamental que atua em diversos países do mundo buscando promover a igualdade de gênero e a prevenção da violência com foco no envolvimento de homens e mulheres na transformação de masculinidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.