SBP organiza 1º Simpósio Microbioma 2021

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) promove o 1º Simpósio Microbioma 2021. O evento, totalmente online, acontece nos dias 5 e 6 de março, e tem como objetivo abordar questões relacionadas ao microbioma e aos benefícios potenciais dos prebióticos, probióticos, pos-bióticos e simbióticos. As inscrições com preços do segundo lote, que variam de R$90 a R$270, em todas as categorias, vão até 24 de fevereiro. Para mais informações sobre o encontro e sobre como participar, acesse o site www.microbioma2021.com.br.

“A programação tem vários pontos altos, como a presença de professores estrangeiros que apresentarão novidades na área, como dr. Kellermaier, que falará sobre o triplo impacto ambiental na formação do microbioma”, detalha dra. Cristina Targa, presidente do simpósio e do Departamento de Gastroenterologia.

 

O encontro é organizado pelos Departamentos Científicos da SBP de Gastroenterologia, Hepatologia, Nutrição e Nutrição Enteral e Parenteral. Alguns dos temas abordados serão: papel da microbiota na doença hepática gordurosa; microbioma intestinal na UTI neonatal; microbiota e gastroenterologia; microbioma e micronutrientes, dentre outros. O evento ficará disponível para acesso por três meses.

ATUALIZAÇÃO – Dra. Cristina Targa acredita que a iniciativa é importante, principalmente, para manter a atualização sobre os estudos do microbioma. “Nos últimos tempos, esse tema vem sendo muito estudado e há diversas publicações científicas na área. Por isso, precisamos nos atualizar sempre e conhecer as ligações do microbioma com as doenças atuais”, analisa.

Nesse sentido, a médica ressalta, ainda, a importância da participação dos profissionais de saúde no evento, visto que o microbioma e a microbiota estão relacionados a diversos órgãos e sistemas, como: pele, útero, trato gastrointestinal, sistemas respiratório e geniturinário etc.

Em relação especificamente à pediatria, Cristina ressalta que, desde antes do nascimento, a criança já entra em contato com bactérias e microrganismos. “O nascimento e os primeiros mil dias são fundamentais na formação do microbioma e na determinação sobre quem será esse indivíduo na vida adulta”, afirma.

Fonte: SBP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.