Caso Henry Borel: uma ligação pode salvar vidas

O caso do menino Henry é mais um que chocou o país. O menino, que morreu em 8 de março, sofria maus-tratos. Segundo as recentes investigações policiais divulgadas pela imprensa, a babá avisou sobre a violência à mãe do menino e a outras pessoas da família, mas, por medo, mentiu em seu primeiro depoimento. Por isso, é importante divulgar que existem maneiras de proteger as crianças e adolescentes, e algumas delas podem ser feitas de forma anônima.

Existem diversos canais de denúncia: o Conselho Tutelar, o Disque 100, e o Disque Denúncia de sua cidade – que garantem o anonimato.

Fique atento(a) a possíveis sinais de maus-tratos. A violência física pode apresentar hematomas no corpo, vermelhidões, fraturas, arranhões. Outros possíveis sinais são mudanças repentinas de comportamento da criança, choro recorrente, afastamento do convívio social provocado pelos próprios familiares.

Nesse período de isolamento social, é importante ficar atento(a) a brigas constantes e barulhos altos vindos da vizinhança, incluindo choro recorrente de criança. Qualquer atitude suspeita deve ser denunciada. Uma ligação pode salvar vidas.

Fonte: Rede Não Bata, Eduque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.