EBBS promove qualificação para o cuidado biopsicossocial com ênfase na Síndrome Zika Congênita

A Estratégia Brasileirinhos e Brasileirinhas Saudáveis (EBBS) está promovendo uma capacitação para profissionais da atenção básica (AB) em saúde da criança. Trata-se de uma iniciativa em parceria com a Superintendência da Atenção Básica estado do Rio de Janeiro que a partir da emergência de saúde causada pelo ZIKAV identificou a necessidade de qualificação dos profissionais da área de saúde, não somente frente à urgência da microcefalia, mas também em relação às novas tecnologias relacionais em saúde e ao próprio uso instrumental da Caderneta de Saúde da Criança. Tem como objetivo a ampliação de conhecimentos e formas de abordagem que estimulem o desenvolvimento infantil de forma integral e saudável.

O curso pretende capacitar cerca de 300 profissionais que atuam na AB e se divide em três etapas, sendo a primeira presencial, havendo continuidade de dois meses pelo uso de plataforma de ensino a distância (EAD) e a terceira etapa conclusiva, novamente presencial. As três primeiras turmas que reúnem cerca de 90 profissionais já iniciaram a primeira etapa da capacitação no final de agosto. “Os primeiros resultados foram bem favoráveis com alta receptividade, aceitação e reconhecimento da necessidade de aquisição dessa qualificação, por parte dos profissionais”, explicou Selma Eschenazi do Rosario, Coordenadora Pedagógica da EBBS e que também integra a equipe de psicólogas que elaboraram o curso e atuam na condução das oficinas como facilitadoras do processo de aprendizagem.

As inscrições para os próximos grupos estão abertas e foram pactuadas com as secretarias de estado.

 

Serviço

 Capacitação para profissionais da atenção básica em saúde da criança: qualificação para o cuidado biopsicossocial com ênfase na Síndrome Zika Congênita

Público alvo: Profissionais das equipes de Atenção Básica (ESF, Atenção Básica Tradicional, NASF, Academia da Saúde, etc.) com inserção direta na assistência à saúde da criança.

Metodologia: O trabalho será realizado por meio de oficinas presenciais e plataforma EAD UNIVERSUS. O objetivo é criar um ambiente de grupalidade, a partir de estratégias de aprendizagem contextualizadas com o referencial de cada realidade local. Serão utilizadas ferramentas focadas na dimensão intersubjetiva que fortaleçam os participantes no trabalho em equipe inerente à gestão do cuidado no campo da saúde.

(Informações: Estratégia Brasileirinhas e Brasileirinhos Saudáveis – EBBS)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.