Encontro com as Infâncias convida especialistas para bate-papo sobre o brincar e novas estruturas familiares

Como proporcionar às crianças um ambiente de cuidado no qual podem se expressar de forma autêntica a partir do brincar? Como olhar para as novas concepções familiares e temas atuais que perpassam o desenvolvimento das crianças? Estas e outras reflexões são um convite para a nova série de conversas Encontro com as Infâncias 2017, promovido pela Comunidade de Aprendizagem Mapa da Infância Brasileira (MIB), este ano em especial parceria com o Cadê Bebê.

Se por um lado as premissas que movem o MIB são mobilizar, apoiar e criar sinergias entre os diversos atores sociais, cujas atuações impactam diretamente a vida das crianças, suas famílias e comunidades, por outro o Cadê, além de atender diretamente crianças, famílias e cuidadores, tem um profundo compromisso com sua formação, saúde e bem-estar das crianças. O Cadê acredita que é sua missão proporcionar aos principais agentes, sejam pais, educadores e diversos profissionais da infância, as estratégias de educação e saúde infantil, bem como variadas possibilidades de se aprofundarem nos temas da Primeira Infância, contribuindo para a capacitação, atuação e reflexão acerca deste universo tão complexo e rico.

Com o intuito de trazer profundidade para a área e compartilhar práticas de diversas abordagens, as iniciativas se uniram e convidaram pesquisadores, filósofos, psicanalistas e educadores para inspirar e dialogar com o público, no decorrer de 10 encontros, a partir dos temas “As camadas mais profundas do brincar” e “Novas estruturas familiares e contemporaneidade”.

Quem abre o evento, dia 19 de agosto, é o artista plástico, teólogo e pesquisador da infância Gandhy Piorski, cuja fala sensível abordará o tema “Simbolismo e significados ocultos do brincar”. Na semana seguinte, o público recebe a educadora Marilia Dourado, que traz o tema “O impacto profundo do brincar na proposta de Reggio Emilia”.

No início de setembro, a convidada da vez é a psicanalista Vera Iaconelli, seguida pela idealizadora do projeto Ser Criança é Natural,  Ana Carol Thomé. Quem fecha o mês é a educadora Suzana Soares, que dialogará sobre o tema “A compreensão profunda das ideias de Emmi Pikler”.

Em outubro, o MIB e o Cadê convidam o psicólogo especialista em terapia familiar Alexandre Coimbra para falar sobre família e contemporaneidade; o terapeuta social e educador físico Reinaldo Nascimento, representante da Pedagogia de Emergência no Brasil; e Adriana Klysis para compartilhar suas pesquisas de jogos e brincadeiras e o estímulo da criatividade por meio do brincar.
Em novembro, quem fecha o ciclo de conversas são a educadora da Escola Viva Kátia Keiko Matunaga e a jornalista e pesquisadora da infância Gabriela Romeu, que falará sobre “A poética e os bastidores das pesquisas com as infâncias e o brincar”.

Esta série de encontros convida educadores, professores, pais, familiares, cuidadores, gestores, entre outros públicos, que atuam direta ou indiretamente com crianças, tanto nos âmbitos formais quanto não formais, a refletirem, em formato bate-papo, a trocarem experiências a partir dos temas apresentados.

Os encontros acontecerão na sede do Cadê, em São Paulo, e na modalidade à distância.

As inscrições são pagas, com possibilidade de desconto para quem fechar mais de quatro palestras.

 

Serviço:

 

Encontro com as Infâncias 2017

 

Local: Cadê Bebê – Rua Emanuel Kant, 175 A – Itaim Bibi

Horário: 9h30 às 12h30

 

Datas (aos sábados) e programação:
19 de Agosto – Gandhy Piorski – Simbolismo e significados ocultos do brincar

26 de Agosto – Marilia Dourado – O impacto profundo do Brincar na proposta de Reggio Emilia

2 de Setembro – Vera Iaconelli – Pais e Mães: Modo de usar – Uma discussão sobre a função parental e seus desvios

16 de Setembro – Ana Carol Thomé – O brincar na natureza: fundamentos e práticas

30 de Setembro – Susana Soares – A compreensão profunda das ideias de Emmi Pickler
7 de Outubro – Alexandre Coimbra – Família e contemporaneidade: o diálogo com a multiplicidade de formas de ser

21 de Outubro – Reinaldo Nascimento – As profundezas do brincar: as propostas da Pedagogia de Emergência e do movimento Waldorf

28 de Outubro – Adriana Klysis – Pesquisas de jogos e brincadeiras: criatividade e formação
11 de Novembro – Kátia Keiko Matunaga (Escola Viva) – Experiências lúdicas e artísticas com as crianças e as famílias

25 de Novembro – Gabriela Romeu – A poética e os bastidores das pesquisas com as infâncias e o brincar

 

Para mais informações, acesse:

http://www.cadebebe.com.br/encontro-com-as-infancias

MIB: https://www.facebook.com/mapainfanciabrasileira

Cadê: https://www.facebook.com/cadebebe

 

Sobre o MIB – https://www.facebook.com/mapainfanciabrasileira

O Mapa da Infância Brasileira (MIB) é uma comunidade de aprendizagem que tem como missão articular, mobilizar e criar sinergias entre os diversos atores que têm iniciativas voltadas para as crianças no Brasil. Desde 2014, o MIB mapeia e promove iniciativas de institutos, fundações, redes, órgãos públicos, ONGs, coletivos e sociedade civil que impactam a qualidade de vida das crianças, assim como de suas famílias e comunidades; tanto através de sua página quanto por meio de encontros, diálogos e reflexões presenciais e virtuais.

Em 2016, o MIB idealizou a primeira série Encontro com as Infâncias, a partir de cinco temas pulsantes na área da infância – as chamadas ‘rotas’ na comunidade do MIB: vozes, cidade, expressões, diversidade e transformação. E neste ano de 2017, os temas escolhidos foram o brincar e famílias.

O MIB também desenvolve pesquisas com crianças através do VIB – Vozes da Infância Brasileira –, um processo de escuta lúdica cujo desafio é mergulhar no universo das crianças e escutá-las em diversos contextos e culturas. Observamos as crianças para entendê-las e aprender sobre e com elas. A partir desta e outras experiências o MIB lançou a publicação ‘Quem está na escuta? – Diálogos, reflexões e trocas de especialistas que dão vez e voz às crianças’, que pode ser acessada gratuitamente pelo site do NEPSID – https://www.nepsid.com.br/novidades.

Sobre o Cadê – www.cadebebe.com.br

Um espaço de vida, brincadeira, acolhimento, arte e contato com a natureza, estruturado para despertar sensações e sentimentos essenciais no início da vida, em plena capital paulista. O projeto está sustentado no incentivo ao brincar livre em quatro etapas fundamentais da infância: os recém-nascidos até 6 meses, dos bebês de 6 meses até 2 anos, das crianças de 2 a 3 anos e 11 meses, e de 4 a 6 anos, visando assegurar e preservar o potencial de criatividade, identidade e autonomia de cada um deles.

A equipe de profissionais multidisciplinares propõe uma mediação das brincadeiras e das trocas entre famílias, dando espaço à criança para ser protagonista e porta-voz de suas investigações e desejos e, ao mesmo tempo, cuidando e acolhendo pais e cuidadores, visando a promoção de saúde e bem-estar. Os cursos desenvolvidos no Cadê buscam explorar esta potência fantástica da primeira infância, inspirados na pedagogia italiana de Reggio Emilia, na experiência de Loczy, proposta por Emmi Pikler, e no projeto da Maison Verte, da psicanalista Françoise Dolto, entre outras referências.

Além dos espaços reservados para aulas e brincadeiras, a casa conta com um café, com parceria do renomado restaurante Pão Com Manteiga, onde é possível descansar ou trabalhar à vontade enquanto os pequenos brincam. O café oferece um cardápio leve e saudável e uma loja, com produtos criteriosamente selecionados para facilitar o dia a dia das mamães e das crianças.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *