Especialistas se reúnem em seminário sobre a Primeira Infância Campineira

  

 

Com o compromisso de pensar e planejar a cidade para as crianças, profissionais engajados no tema, participaram, na manhã do dia 10 de outubro, do Seminário Municipal Pela Primeira Infância Campineira. O encontro foi organizado pelo Comitê Municipal Intersetorial que elabora o PIC (Plano pela Primeira Infância Campineira) e  ocorreu no Teatro da IMA (Informática dos Municípios Associados).

De acordo com a coordenadora do Comitê, Jane Valente, a ideia é oferecer, a toda comunidade campineira, um planejamento sólido e bem delineado, para os próximos dez anos, no qual a união das políticas chegue para todas as crianças de zero a seis anos de idade, especialmente àquelas em situação de vulnerabilidade social.

“Temos avançado na consolidação de estudos e de propostas voltadas a essa faixa etária, o que tem modificado, significativamente, a maneira de conceber e de responder às suas particularidades. Esses avanços permitem o surgimento de novas concepções e de embasamentos teóricos e científicos, que alteram os atendimentos educativos, pedagógicos e políticos que lhe são destinados”, esclarece a coordenadora.

Todas as dimensões da vida social, das famílias, das instituições e do Estado são afetadas pelo impacto dessa mudança de paradigma e geram transformações de atendimento, de procedimento e de encaminhamento às necessidades infantis.

PIC

O Plano Primeira Infância Campineira (PIC) tem como referência o Plano Nacional pela Primeira Infância. A coordenação do trabalho balizou sua estrutura, seus princípios e objetivos gerais como um documento político e técnico que visa orientar a ação do governo e da sociedade civil na defesa, promoção e realização dos direitos da criança de até seis anos de idade.

Para o desenvolvimento do PlC, o Comitê organizou grupos de trabalho, com representantes de vários setores, responsáveis por aspectos específicos relacionados à infância; estimulou e operacionalizou encontros intersetoriais, seminários e reuniões por todas as regiões do município, amplificando a participação social e evidenciando a particularidade da problemática social da primeira infância, em cada região da cidade.

De acordo com o comitê, os encontros e debates que precederam a elaboração do PIC  mostraram, claramente, a necessidade de maior diálogo, esclarecimento da missão de cada política pública e a construção de pontos de convergência.

A estrutura final do PIC foi organizada dentro de doze eixos temáticos: A Família e a Comunidade da Criança; Crianças na Diversidade; Crianças com Saúde; Educação Infantil; Assistência Social às Crianças e suas Famílias; Atenção Integral às Crianças e suas Famílias em Situação de Violência; Do Direito de Brincar ao Brincar de todas as Crianças; A Criança e o Espaço – a cidade e o meio ambiente; Protegendo as Crianças da Pressão Consumista; Controlando a Exposição Precoce das Crianças às Mídias Eletrônicas e Digitais; Evitando Acidentes na Primeira Infância; Aleitamento Materno e Alimentação Saudável.

O Plano, sistematizado e organizado, foi disponibilizado para consulta pública. Toda a sociedade terá acesso ao documento tendo em vista seu aperfeiçoamento antes da aprovação final. Acesse: https://forms.ima.sp.gov.br/consultapublica/pic

Fonte: Prefeitura de Campinas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *