No Mês do Pediatra, SBP enfatiza a importância do especialista na Atenção Primária

No dia 27 de julho é celebrado o Dia do Pediatra e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) preparou uma campanha para demonstrar a importância da presença deste especialista na Atenção Primária à Saúde (APS). Durante as semanas serão divulgados cartões com mensagens-chave acerca deste tema nas redes sociais da entidade, além da publicação de um vídeo especial (assista aqui).

Conforme enfatiza a presidente da SBP, dra. Luciana Rodrigues Silva, além de tratar da criança e do adolescente, o pediatra também cuida e acolhe as famílias de seus pacientes. “Os primeiros mil dias de uma criança são fundamentais para toda a sua vida, porque é nesse período que acontece uma parte importante do seu desenvolvimento físico e mental. Além disso, com o olhar atencioso dos pediatras, muitas doenças podem ser diagnosticadas e tratadas nessa fase ”, diz dra. Luciana.

Neste sentido, explica ela, uma campanha visa tanto enfatizar para os pediatras a sua função primordial na vida das famílias brasileiras, quanto mostrar para a sociedade a diferença que um médico especialista em pediatria pode fazer na Atenção Primária.

“Sabemos das dificuldades que os pediatras enfrentam em seu cotidiano e queremos demonstrar o quanto estamos preocupados com a defesa de seus interesses. É muito importante que o pediatra seja cada vez mais reconhecido por sua atuação em prol da vida e da saúde das crianças e adolescentes. Com uma especialidade fortalecida e unida conseguiremos prestar uma assistência ainda melhor aos pequenos e suas famílias ”, declara a presidente da SBP.

DEFESA – Recentemente, uma apresentação da SBP ao Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e ao Secretário de Atenção Primária à Saúde, Rafael Câmara Medeiros Parente, levou uma proposta de melhoria na qualidade da assistência como também valorizar ainda mais os pediatras na APS. Estiveram presentes na reunião a dra. Luciana Rodrigues Silva, e os membros da Diretoria de Defesa Profissional da SBP, drs. Fábio Guerra (diretor) e Donizetti Giamberardino Filho.

Na ocasião, foram gerados os indicadores de morbidade e mortalidade de crianças e adolescentes brasileiros na última década e, ainda, indicadas como obrigatória para conter o avanço de doenças da infância que trazem sérios e graves reflexos na vida adulta.

Além disso, a SBP tem participado constantemente de melhoria das condições de trabalho dos pediatras. Em abril, a demanda foi tratada em uma reunião organizada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), que contou com a participação de lideranças de 42 entidades médicas e de especialidades. Já em março, houve uma audiência da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), com a deputada estadual Janaína Paschoal (PSL), na qual dra. Luciana também demandou especial atenção a essa questão.

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.