Oeiras (Piauí) encerra atividades da I Semana do Bebê

A Prefeitura de Oeiras, por intermédio da comissão Pró-selo UNICEF, realizou no período de 8 a 11 desse mês a Semana do Bebê do município de Oeiras. O evento teve o propósito de fazer com que a população se atente para os cuidados que se devem dar às crianças em sua primeira infância, visto que estudos apontam que a qualidade de vida de uma criança entre o nascimento e os seis anos de idade podem determinar as contribuições que ela trará à sociedade quando adulta.

Durante a Semana do Bebê de Oeiras foram realizadas oficinas, momentos de bate-papos e acompanhamento de profissionais, tudo isso visando contribuir para um novo olhar em relação ao bebê, à criança, à gestante e à família no seu contexto geral.

No último dia de evento foram realizadas sete oficinas, onde cada uma trabalhou com a proposta de contribuir para o desenvolvimento das crianças de zero a seis anos. Dentre elas, destacou-se a oficina “Musicoterapia para Gestantes”, ministrada pela musicoterapeuta Vanda Queiróz, que explicou a importância da música na comunicação das mães com a criança no ventre. Durante a conversa as gestantes presentes puderam dar seus depoimentos, ao tempo que adquiriram informações sobre essa prática que contribui para a qualidade de vida da criança.

Outra oficina que também chamou atenção foi “Celebração Pela Vida”, ministrada pela Pastora da Criança e do Adolescente Maria do Espirito Santo Bruno. Durante a fala da ministrante foram dadas orientações nutricionais e apresentado o contexto e a proposta dessa instituição junto à sociedade brasileira.

“A Pastoral da Criança e do Adolescente foi criada para combater a mortalidade por desnutrição, mas nos dias de hoje o nosso trabalho é bem mais amplo, nós fazemos acompanhamento desde o peso até a medida da criança, favorecendo para o melhoramento da qualidade de vida de muitas crianças carentes”, explicou a palestrante.

Na mesma tarde, no Cine Teatro Oeiras, foram realizadas outras oficinas como “Crianças Vitimas de Violência, como identificar?”, ministrada por profissionais do CREAS; a “Saúde Bucal da Gestante e do Bebê”, proferida pela Dra. Naiana; e a oficina “ Como Atender Urgência de Bebês e Crianças Dentro da Escola”, ministrada pela coordenadora do SAMU de Oeiras, Nayla Roberta, tendo como público alvo mães em geral, gestantes, profissionais da saúde e comunidade em geral.

A articuladora do evento e do Selo Unicef em Oeiras, Aldene Sá,  mostrou-se contente com o que foi realizado na primeira Semana do Bebê de Oeiras. Segundo Aldene Sá, o evento foi bastante satisfatório e conseguiu atingir o seu objetivo junto ao público alvo.

“A Semana do Bebê de Oeiras teve grande êxito, principalmente por compreendermos que o público alvo, que eram as gestantes e mães de crianças de zero a seis anos, puderam adquirir informações a respeito das políticas que assistem seus filhos. Mas é importante ressaltar que essas ações só podem ser efetivadas se de fato a comunidade em geral estiver informada da existência desses benefícios e assim fazer uso na sua plenitude. Realizar esse evento é ter como foco a conscientização da população de seus diretos, para que de posse deles isso possa refletir na qualidade de vida de seus filhos”, destacou a articuladora do selo UNICEF em Oeiras.

No transcorrer do evento nasceu o “Bebê Prefeito”, Cauã Ferreira, ação midiática com o objetivo de fazer com que a população se atente para os cuidados que se devem dar às crianças em sua primeira infância. Com a conclusão do evento, os participantes se mostraram satisfeitos, sobretudo as gestantes que adquiriam muitas informações a respeito dos diretos que assistem seus filhos.

“Este evento foi muito importante. Recebi muitas informações e, sobretudo, pude trocar experiências com outras mulheres que também estão gestantes. O que eu mais gostei foi a oficina da comunicação entre a mãe e o bebê. Quando chegar em casa já vou colocar em pratica tudo que aprendi”, frisou a participante Ivonete Brito.

De acordo com a UNICEF, o Selo é uma certificação internacional que reconhece os esforços dos municípios do Semiárido e da Amazônia Legal Brasileira que mais avançam na implementação de ações, programas e políticas públicas em favor da infância e da adolescência. A Semana do Bebê é um pré-requisito para o Selo UNICEF, e representa um momento importante para que os municípios possam discutir temas relacionados à primeira infância e, deste modo, fortalecer o Sistema de Garantia dos Direitos, além de assegurar às crianças e aos adolescentes condições de uma vida saudável.

Em Oeiras, o projeto conta com o apoio da Prefeitura, por meio das secretarias de Saúde, Educação, Cultura e Assistência Social. Na gestão do Prefeito Lukano Sá  a qualidade de vida das crianças tem  sido uma das prioridades. A administração municipal tem buscado capacitar profissionais das áreas sociais, da saúde e da educação para aprimorar as ações de apoio às famílias, por entender que um acompanhamento de qualidade na infância possibilita uma vida escolar bem-sucedida e relações sociais fortalecidas para o futuro dos pequenos oeirenses.

Informações:meionorte.com