Plano Municipal pela Primeira Infância do Rio de Janeiro ganha edição ilustrada

ciespi-pmpi-capaO CIESPI/PUC-Rio lança uma edição ilustrada do Plano Municipal pela Primeira Infância (PMPI Rio) no intuito de contribuir para a divulgação do Plano. É uma bela edição com fotografias que compõem a exposição Crianças no Rio de Janeiro: Contrastes, realizada em parceria com a Universidade de Østfold na Noruega. Clique aqui para fazer download.

Sobre o PMPI

No dia 11 de novembro de 2013, na assembleia geral do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA Rio), aprovou-se o Plano Municipal Pela Primeira Infância do Rio de Janeiro (deliberação N.º 1.042/2013). Foi um processo intenso de análises e discussões, que envolveu um grande número de pessoas e organizações da sociedade civil e governamentais. A aprovação do Plano Municipal Pela Primeira Infância do Rio de Janeiro pelo CMDCA Rio constitui um passo importante na priorização da criança na primeira infância, pois os primeiros anos de vida são considerados fundamentais como base do desenvolvimento humano. Diversas ações que constam do PMPI refletem direitos assegurados na Constituição e nas leis brasileiras, mas ainda não efetivamente priorizadas. Essa é uma oportunidade importante para que ações articuladas entre governo e sociedade civil sejam efetivadas em nosso município.

Na experiência coletiva de construção do PMPI buscou-se incluir as vozes das crianças do município do Rio. A representação da diversidade de vivências infantis na cidade foi garantida por meio de atividades desenvolvidas por organizações com práticas anteriores de trabalho e pesquisa junto a crianças pequenas. Suas experiências foram reunidas para definir a metodologia utilizada em grupos, na faixa etária de 3 a 9 anos, em regiões distintas do Rio de Janeiro.

O grupo do município do RJ que participou da elaboração dessa proposta foi composto pelas seguintes organizações que compõem a Rede Nacional Primeira Infância (RNPI): Casa da Árvore; Centro de Criação de Imagem Popular – CECIP; Centro de Estudos Integrados, Infância, Adolescência e Saúde – CEIIAS; Centro Internacional de Estudos e Pesquisas sobre a Infância – CIESPI, em convênio com a PUC-Rio; Estratégia Brasileirinhos e Brasileirinhas Saudáveis – EBBS; Fundação Xuxa Meneghel; Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF; Instituto Promundo.

(Informações: CIESPI)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *