Revista Casa Comum é lançada em evento no Cine Belas Artes

Na última quarta-feira, 1 de junho, foi realizado o lançamento da Revista Casa Comum, novo projeto de articulação e comunicação do SEFRAS. A iniciativa foi desenvolvida em parceria com o Estúdio Cais – Projetos de Interesse Público, além de uma série de organizações, coalizões, movimentos e coletivos que atuam no território brasileiro, contando com o apoio da Rede Nacional Primeira Infância.

O projeto conta, para além da revista, com publicações em sites, redes sociais, boletins, podcasts. Desse modo, partindo da perspectiva franciscana de diálogo e bem comum, é possível concretizar o objetivo do projeto de ampliar a compreensão de diferentes públicos sobre pautas que dizem respeito aos direitos humanos e às questões ambientais. Assim, incentivando a mobilização social a geração do conhecimento em torno de temas como: soberania alimentar, economias transformadoras, ecologia integral e combate à violências sociais e ambientais. “A união de vozes, atitudes e soluções é, assim, nossa resposta para que todos e todas possam cuidar mais de todos e todas” (Editorial Revista Casa Comum).

Primeira edição

Tendo em vista o cenário brasileiro atual, em que a sistemática flexibilização e depreciação de direitos básicos, sociais e humanos, em que a desigualdade cresce exponencialmente assim como a desinformação, e em que a democracia está em constante ataque, a primeira edição da Revista Casa Comum aborda exatamente esse contexto.

Discutindo o tema “Resistir e Esperançar: Desafios para garantir direitos no Brasil de 2022”, a revista trouxe temas como a necessidade de envolver juventudes para repensar o sistema de justiça e discutir sobre direitos e democracia, o aumento da população em situação de rua durante o período da pandemia, iniciativas de engajamento social para exercer a política para além do voto. Também fala de importantes dados e perspectivas sobre a crise social, política e ambiental que o Brasil sofre e a urgência em combatê-las.

Para Frei José Francisco, diretor-presidente do SEFRAS, “O intuito da revista é trazer para a discussão, e dialogar com a comunidade, assuntos que tratam dos direitos humanos e meio ambiente, trata-se de uma iniciativa para promover a reflexão e a mobilização das pessoas e da sociedade diante da agenda de defesa dos direitos humanos e ambientais e, principalmente, para colocar em evidência as vozes daqueles que estão nas situações mais vulneráveis. É inspirada na provocação da realidade e do Papa Francisco a criarem espaços de diálogos e de mobilização articulada para a defesa da Casa Comum.

Lançamento

O evento de inauguração foi realizado às 18h no Cine Petra Belas Artes, em São Paulo. A atriz e ativista, Letícia Sabatella, esteve presente e iniciou a cerimônia com a fala de abertura. Além da apresentação da revista, ainda foram realizadas rodas de conversa em que estiveram presentes: Yaponã Bone, do povo indígena Guajajara da terra indígena Arariboia no Maranhão; Franklin Félix – Coordenação Geral Organizações em Defesa dos Direitos e Bens Comuns (ABONG); Laurah Cruz – ativista trans e atuante nos movimento de defesa do povo de rua; e Maria José (Zezé) da Frente de Mulheres Negras e Coalizão Negra por Direitos.

O lançamento, também, contou com a presença do secretário de assistência social do município, Carlos Bezerra Júnior, da Mônica Seixas (PSOL), deputada estadual da vereadora de São Paulo, Luana Alves (PSOL), da Juliana Armede Secretária Adjunta da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS) e da ativista Carina Vitral. Além de representantes das organizações, coalizões e redes que participaram da composição da revista.

A apresentação da revista foi feita por um vídeo que mostrava a vulnerabilidade das pessoas em situação de rua e o aumento do desmatamento. Além de apresentar o destaque da sessão fotográfica com povos originários.

Para acessar

Você consegue ter acesso a todo o conteúdo da revista Casa Comum pelo portal , não deixe de assinar o boletim para receber as novidades direto no seu e-mail. Você também pode seguir o instagram.

Além deles continue navegando pelo nosso blog e não esqueça da sua doação para nos ajudar a combater a fome e o frio de milhares de pessoas todos os dias, nosso trabalho só é possível pela sua generosidade.

Fonte: SEFRAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.